sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

o viajante







Claro
com certeza
e certamente
ver-te a ti
descontente
descendo a correnteza
vida a fora
indo embora
foi duro de suportar...
Quantas vezes tantas
tantas vezes todas
parti o coração
despedaçado 
ao deixar
para trás outra terra
outro mar
rumo a outra terra
viajar...
Era certo desde o começo era 
que nada é para sempre era
e lá se vai de novo
bagagens
saudades
lembranças
andanças
e uma cabeça pesada de sonhos
a começar tudo de novo!






Marcos

Nenhum comentário:

Postar um comentário