sexta-feira, 6 de abril de 2012

doce riacho de águas doces



Riacho doce
desagua eu mesmo no sal
das tuas águas
abundantes
acho-me
riacho
fio de água emergido
atrevido
vagueando
vindo
rasgando
o chão
avançando
alcanço tua imensidão
destino
desaguando vivo
vivas águas vivas
provisão...


Marcos Segala

Nenhum comentário:

Postar um comentário