domingo, 17 de junho de 2012

plenitude







Já fiquei sem nenhum centavo no bolso
nada na bolsa
nenhum vintém
nada no armário
ou na dispensa
vazia...
e a geladeira
uma fonte luminosa
de água fresca
e luz acesa...
ri
do tempo da escassez
apenas 
detido ao seu riso
cercado do meu riso
me fazendo crer
que ainda tinha 
tudo ao seu lado...




Marcos Segala



Nenhum comentário:

Postar um comentário