sábado, 15 de agosto de 2015

A flor do seu sorriso





Ela cantou
o que eu cantaria
e disse o que eu diria
Ensinou-me que sempre haveria
um colorido firme
em dias nublados preto e branco
Seu olhar
seu riso
sua reprimenda era igual
sem alternância
pois mesmo bradando o meu nome repetido
num alerta ao meu mal feito consumido
ela fazia ecoar pela casa o seu amor
seu cuidado
seu carinho
refletido
Ainda ouço comigo
pranto
ou riso
o seu conselho amigo
Agradeço a Voz Divina
que ela traduziu...


Marcos Segala

domingo, 9 de agosto de 2015

Aba Pai





Quando tornei-me pai
Tornei-me melhor filho
E por certo minha mãe
Encheu-se de orgulho e
Contentamento
Eu mesmo não cabia em mim
Tendo em meus braços
O pequeno Abraço
Do serzinho feliz
E copiava cada detalhe do seu rosto
Formoseando o meu próprio
No seu riso
Era todo festa, satisfação
Cada "foto gracinha" clicada por meus olhos
Revelava a graça alcançada na paternidade
Seu nome seria esse mesmo Alegria
Mesmo que outro nome lhe fosse dado
Alegria marcaria pra sempre
A minha vida
Desde o dia que me foi dito
Que seria escolhido
Para ser o seu pai...
Feliz dias dos filhos, 
Papai.
(É que também sendo filho
Também sou pai)


Marcos Segala

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Busca Te busco






Não me canso de buscar
lá ou cá
aqui ou acolá
um vestígio que fosse
um rastro de nuvem
um caminho de estrelas
um facho de lua
que te marcasse
escrito
no céu um Escrito
do Teu caminho no meu...

Marcos Segala

Alcance Te Alcanço





Claro que eu sei que nada é igual
2 vezes
Em todo o tempo 
estaria disposto
e
não cobriria o rosto
à possibilidade de ter de novo a chance
de te encontrar noite a fora... Te busco 
Te procuro
Se fosse impossível
se fosse possível
eu veria do mesmo ponto
tomado pela certeza desse encontro...

Marcos Segala

Tempus hibernus







Vento trazendo
Poeira
Pra dentro dos olhos
Desalinho
Agosto
Sequidão
E frio
Parece deserto
Quando o vento cessar
E a primavera chegar

Por certo
Espero
O seu gosto
Bom gosto em mim...

Marcos Segala