segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Inspiração




Talvez eu seja 
O enigmático sorriso de Monalisa 
Já pensei ter sido em mim mesmo 
o encontro de Madalena e 
o perdão proferido
já tendo sido o seu pecado cometido 
Já fui noutra vez 
o toque do dedo de Deus 
e o sopro na criação 
da criatura 
Já fui a letra torta 
da minha poesia 
e o conteúdo lúcido 
de algumas palavras escritas 
Talvez eu seja 
o título de um livro lido
e minha cor favorita 
esteja realçada na pétala flor
Sei que meus olhos 
são olhos de criança
ávida pela vida 
olhando pela janela 
copiando em tela
a cor
a flor 
o amor 

Marcos Segala 

Nenhum comentário:

Postar um comentário