terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Campo de Girassóis






Florescidos nos campos

Balançamos ao vento

E ao sopro da vida

Que nos embala e ao fim

arranca nossas pétalas

espalha nossos aromas

perfumes

cores

sementes

nossa vistosa aparência

perfeição...

depois,

renascemos noutra nova estação

perpetuados a viver eternamente

flores
 
 
Marcos Segala

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A prata da Lua

Gosto de pensar e confirmar que todo esse tempo passado não enrijeceu minha confiança não gessou a esperança não me embruteceu po...