sexta-feira, 8 de abril de 2016

boto fé





Do amor,
as vezes duvido
desacredito
num dito
tão desdito
que reflito
o dito descrito
acredito
existir...


Marcos Segala

Nenhum comentário:

Postar um comentário