segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Meu paladar





Quando não era tempo
de dietas
ou de medidas
quando nada era ameaça
e tudo era possível
abocanhei a vida 
e o horizonte
com sede
fome 
e com fartura
atravessei o oceano na palma da mão 
inscrito
o meu destino
...


Marcos Segala



Nenhum comentário:

Postar um comentário

O mar da minha vida

Fui molhar os pés no dorso pleno do teu rio mar no meu caminho oceano molhei os pés as mãos a nuca o rosto então todo ...