sábado, 16 de junho de 2012

passando á limpo





Varri

as folhas secas
juntei num saco
e foram postas fora
como lixo 
na porta da rua
Não havia nenhum apego
àquelas folhas velhas
ressequidas
deveria?
Os dias que passam
secam
e se amontoam
rodopiando 
ao vento frio 
nos quintais do tempo
Folhas se renovam
num dia novo rompendo
anunciando
o vigor que cabe dentro
do novo que está por vir...
Aguardo
resguardo
ver tudo se desdobrar
como antes
o novo se redobrando
sem nunca ter estado pronto
e acordado
apenas novo
inovado no lugar do velho
revigorado...


Marcos Segala

Nenhum comentário:

Postar um comentário