terça-feira, 20 de outubro de 2015

Eu refletido



 
 
 
 
 
 
Um dia ele mostrou-me
no espelho dos seus olhos refletidos nos meus olhos inteiros
dentro dos meus olhos inteiros
olho no olho olheiro
um bela tartaruga de mim mesmo
cabeça intimidada
enfiada numa carapaça
casco
cascudo
duríssimo
depois mostrou-me o rascunho de mim
nos seus olhos vistos
Vi
uma águia abrasando nos céus de mim mesmo
e eu a voar
domínios
algures
mais altos
que aqueles na carapaça
carapuça
que eu vivia atolado... Foi quando descobri que poderia mudar os rumos do meu destino apenas tendo uma imagem mais nítida de mim mesmo no espelho.
 
 
Marcos Segala
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário