sexta-feira, 24 de agosto de 2012

prevalecência a existência




Aqueles anos 
que nos cercaram
absorventes da nossa juventude
eram
anos de severa tempestade
Eram dias 
de construção de sonhos
enfileirados todos
sem nenhuma responsabilidade
de realidade viva
Era só poeira no ar
um ajuntamento de ideias
uma passarela
com tendências
fashionistas de moda... }
Mas,
algo raríssimo mudou
entre o dedo e o gatilho
disparado 
e o tiro saiu 
pela culatra
a vida morreu pelo avesso
e continuamos vivos
o detonador de sonhos
falhou
Hoje a verdade
é verdade acima de toda
mentira exposta
toda a rima proposta
toda porta entre-aberta
não entre
Hoje o sonho doce é sonho
e a vida
extraordinária
atrevida
sou eu e você ainda...


Marcos Segala

Nenhum comentário:

Postar um comentário