quinta-feira, 2 de agosto de 2012

transbordamento




O que eu tenho
de você
sobeja
quando
estende á mão
a bandeja
que me seja
vai até ao chão
e me beija
sobeja
ás pressas o meu coração
sobeja...


Marcos Segala

Nenhum comentário:

Postar um comentário