quinta-feira, 22 de março de 2012

de cara


Todos nós travamos
a grosso modo
uma luta
diante das amostras
gratuítas
das nossas incapacidades
para certas coisas e afins...
Cada vez
que me vejo incapacidado
de algum fim,
de algum modo
recordo severamente
ao meu coração
que posso me habilitar
do que sei ser certo
diante das capacidades
normais
e adequadas
ao fim proposto
no meu rosto...
Na cara o propósito


Marcos Segala

Nenhum comentário:

Postar um comentário