segunda-feira, 5 de março de 2012

dívida de amor



O amor
era tanto
que fiquei 
dever
outro tanto
tanto amor
tanto te devo
endividado
Tudo perdoado!


Marcos Segala

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O mar da minha vida

Fui molhar os pés no dorso pleno do teu rio mar no meu caminho oceano molhei os pés as mãos a nuca o rosto então todo ...