sexta-feira, 2 de março de 2012

pescado...







Quando voltou
e disse que me amava
eu não precisava
ouvir mais nada
e por isso mesmo
não lhe deixei falar
um beijo 
calou os seus lábios
e suas palavras de amor
eu suguei para mim
e fiz delas o meu alento
alimento
em momento quando 
você não está...
E essas suas palavras
ingeridas boca a boca
são o ar que me enche os pulmões
minha atmosfera
esfera amorosa do seu amor em mim
Isca
no beijo
engoli o amor
como um peixe
engoli o anzol...




Marcos Segala 




Marcos Segala

Nenhum comentário:

Postar um comentário