sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Alegremente







Não posso 
me esquivar 
de escrever
coisas que eu sei
tristemente
constatar 
consternar
constelar


Sem o crivo 
da verdade
e do bom siso
não me esquivo
ás coisas que são 
tristes e que
também me arregalam os olhos
com o que me alegra o coração
a própria alegria

A tua e a minha...






Marcos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário