segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Salmos 84


 


Como é agradável o lugar da tua habitação,
Senhor dos Exércitos!
A minha alma anela,
e até desfalece pelos átrios do Senhor;
o meu coração e o meu corpo cantam de alegria ao Deus vivo.
Até o pardal achou um lar,
e a andorinha um ninho para si,
para abrigar os seus filhotes,
um lugar perto do teu altar,
ó Senhor dos Exércitos, meu Rei e meu Deus.
Como são felizes os que habitam em tua casa;
louvam-te sem cessar!
Como são felizes os que em ti encontram sua força, e os que são peregrinos de coração!
Ao passarem pelo vale de Baca, fazem dele um lugar de fontes; as chuvas de outono também o enchem de cisternas.
Prosseguem o caminho de força em força, até que cada um se apresente a Deus em Sião.
Ouve a minha oração,
ó Senhor Deus dos Exércitos;
escuta-me, ó Deus de Jacó.

Olha, ó Deus, que és nosso escudo;
trata com bondade o teu ungido.

Melhor é um dia nos teus átrios do que mil noutro lugar;
prefiro ficar à porta da casa do meu Deus
a habitar nas tendas da impiedade.

O Senhor Deus é sol e escudo;
o Senhor concede favor e honra;
não recusa nenhum bem aos que vivem com integridade.

Ó Senhor dos Exércitos,
como é feliz aquele que em ti confia!



Nenhum comentário:

Postar um comentário