quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Fanatismo



Quer saber,
Quem gosta de lugar
E lodo raso é o peixe cascudo que come barro,
Que vive na margem.

Peixe para se pegar com Redes 
é Peixe de águas profundas...

Um voo mais alto com os pássaros
Tem que se pensar numa águia
uma galinha não sabe voar...

“Ave imunda que cisca para trás.”

A galinha come milho e pó todo dia 
até o fim dos dias
A águia come de sua caça e sobrevida, 
sorvendo os ares no peito aberto aos ares... 
Altares...

Uma poça de água suja e lama,
é o bastante pra refletir a luz do sol...


Melhor é não se conter na expressão das muitas águas fluindo do ventre!
Viver na profundidade da vida.
Incontida... 


Viver no raso margeado,
É bobo...
É tolo,
É só.

Não posso amar menos 
só por que lhe parece fanático,
Talvez eu regre a minha declaração
Mas a pouca que eu fizer,
Já lHe será Exagero!
Fanático,
Por menor que seja visto,
Parecerá apaixonado
na minha devoção trazida.

Vivida...
Cumprida.


Marcos

Um comentário:

  1. Maravilhoso! E é simplesmente isso: não podemos nos conformar com a lama, só porque a maioria a prefere. Nosso lugar é na profundidade, em íntimo relacionamento com Jesus.
    Beijo!

    ResponderExcluir